ANDRÉ MIETTO - TECLADO

O primeiro contato de André com a música foi muito cedo, talvez numa das festas de família quando subia para passar o tempo na sala de piano.
Em 1996, com 9 anos de idade, passou a ter aulas de flauta no colégio que freqüentou e no ano seguinte, ainda fazendo aula de flauta, entrou pra Fanfarra do colégio tocando trombone.

Suas aulas de flauta duraram 2 anos, e nesse tempo, sempre que chegava do colégio, ia passar as músicas que aprendia para o teclado de sua mãe

Aprendeu a tocar praticamente sozinho, aproveitando as revistas de curso de teclado que sua mãe comprava para tentar aprender a tocar.

Em 2006 foi convidado a entrar na Dry Seed, banda formada pelo seu irmão e amigos do colégio. A Dry Seed era focada somente no Hard Rock 80’s. Nesse mesmo ano, formou a Ozzy Zig, cover de Ozzy que não chegou a sair do papel.

No ano seguinte, com o fim da Dry Seed, André aceitou fazer parte dum Vixen cover no qual durou apenas um único ensaio
Em 2008, por meio de um amigo do seu irmão, André ficou sabendo que a banda Fractius precisava de um tecladista para um projeto de tributo ao Deep Purple. Sem pensar muito, decidiu tirar as músicas e realizar um ensaio com a banda no qual foi convidado a participar e está até hoje.

Influência:
Ozzy Osbourne, Deep Purple, Dido, Van Halen, Goo Goo Dolls, Whitesnake, Black Sabbath, Motörhead.

Musicos/compositores:
Jon Lord, Beethoven, Rhoda Scott, Joey DeFrancesco

DIEGO FIOROTO - VOCAL

Começou a se dedicar pelo canto através da banda Monofinger em 2003, interpretando os sucessos dos anos 50 e 60 como Beatles, Creedence Clearwater Revival, Elvis Presley, Chuck Berry, entre outros.

Em 2006 fez parte do projeto UNATI de canto coral durante um ano na Unesp - SP.

Neste mesmo ano formou a banda Wild Pussy, inicialmente tocando clássicos do hard rock 80' e posteriormente se dedicando ao Bon Jovi cover. A banda existe até hoje e foi através dela que os integrantes da Fractius conheceram seu trabalho e chamaram pra um teste em 2010.

Influências:
Led Zeppelin, Incubus, Chemical Brothers, Iron Maiden, Bon Jovi, City And Colour, Bob Marley, Whitesnake, Deep Purple, Live, Living Colour.

Ídolos:
Bob Marley, Eddie Vedder, David Coverdale, Chris Cornell, Bruce Dickinson.

FELIPE ABDALA - BATERIA

Seu primeiro contato musical foi aos 8 anos de idade, quando estava ouvindo Elvis Presley, e por intermédio de seu Tio começou a ter aulas de violão, mas não teve interesse em continuar, pois não se identificou com o instrumento.

Passado o tempo, o interesse ressurgiu, mas agora com o despertar em outro instrumento a Bateria. Após ter comprado sua primeira bateria, começou a frequentar aulas regulares em uma escola de música em Mogi das Cruzes, sua cidade natal, e tudo isso com apenas 12 anos. Aos 15 ja mais experiente e com técnica mais apurada decidiu ingressar de vez em uma escola de música e escolheu o Conservatório Souza Lima.

Com o passar dos anos a dedicação a bateria foi ficando cada vez maior e com mais volume, por isso decidiu que iria exercer a função de músico, e se mudou para São Paulo, começando assim a não mais estudar música e também a exercê-la, tocando em diversas bandas covers e autorais, mas todas com alto valor em seu aprendizado, e com isso conseguiu trabalhos no Studio Sonata 84.

Hoje com 23 anos ainda estuda bateria com Ivan Busic (Dr. Sin), fazendo parte integrante também da equipe de roadies do Dr. Sin e leciona aulas de bateria em uma escola particular.

Por intermédio de Biel Astolfi que faz aulas junto com Felipe no Conservatório Souza Lima, ele ficou sabendo da vaga de baterista na banda Fractius e com grande desempenho logo começou a fazer parte integrante da banda.

Influências:
Rush, Deep Purple, Led Zeppelin, Frank Zappa, ACDC, Black Sabbath, entre outras mais.

Ídolos:
Ian Peice, Neil Peart, John Bonham.

LEONARDO ZEZZA - BAIXO & BACKIN' VOCAL

Descobriu sua vocação pela música aos 9 anos, quando percebeu seu enorme interesse por instrumentos musicais. Seu primeiro contato foi com violão e guitarra, mas foi com o contra baixo que ele realmente se identificou, decidindo assim aprender sozinho.

Sem grandes teorias musicas, começou a adquirir técnicas e um bom ouvido, tornando-se assim baixista autodidata. Posteriormente ingressou seus estudos de contra baixo no Conservatório Carlos Gomes, onde estudou e aprimorou suas técnicas já adquiridas.

Baixista a mais de 10 anos, tocou em inúmeras bandas cover de Rock e Pop/Rock em bares e casas de shows por toda São Paulo.

Em 2014, foi convidado a fazer um teste para a banda Fractius, sua atual banda, tornando se o novo baixista desde então


Influências:
Metallica, Black Sabbath, Red Hot Chili Peppers, Deep Purple, Whitesnake, Rush, Living Color, Mr.Big

Ídolos:
Jaco Pastorius, Victor Wooten, Geezer Butler, Glenn Hughes, Roger Glover, Geddy Lee.

RENATO ESTEVAM - GUITARRA

Teve seu primeiro contato com a música bem jovem, pois seu pai também tocava órgão e violão em sua casa, despertando assim, o seu interesse pela música.
Dessa forma, seu pai começou a lhe ensinar a tocar violão e teclado no ano de 1997.

Em 2001, ganhou sua primeira guitarra, e assim começou a desenvolver seus conhecimentos voltados para o Heavy Metal e Rock n’ Roll, além de ter feito algumas aulas  de música durante pouco mais de um mês.
Em 2003, junto de seus amigos de escola e vizinhos, montou as bandas “Doom Halow” e “Code Name”, no qual se apresentaram algumas vezes em São Paulo.

No início de 2006 através de um anúncio em um site, conheceu Mário, que o convidou para participar de sua banda de Heavy Metal que se chamava Cold Fire.

Ainda em 2006, mantendo contato com o baterista Mário eles fundaram a banda Fractius, que iniciou com o objetivo de fazer clássicos do Rock N’ Roll e Heavy Metal
Em 2008, após algumas discussões, a Fractius  altera os planos da banda e passa a prestar um tributo ao Deep Purple, no qual toca até hoje, onde adquiriu um maior conhecimento sobre a música espacial, sons, efeitos e palco.

No início de 2010, a convite de um amigo, ingressa em um projeto autoral na banda experimental chamada Lepper Dog’s, onde participa efetivamente das composições da banda também como guitarrista solo, ao lado de Biel Astolfi.

Influências:
Metallica, Iron Maiden, Dream Theater, Pantera, Deep Purple, Pink Floyd, Symphony X, Black Sabbath, entre outras mais.

Ídolos:
John Petrucci, David Gilmore, Steve Morse, Blackmore, B.B.King, Steve Vai, Joe Satriane, Michael Romeo, Vinnie Moore, Andy Timmons, Jeff Beck, James Hetfield.